sábado, 12 de janeiro de 2013

Uma pausa

Meus caros,

Depois de tantos meses atualizando o blog mensalmente, um compromisso que curto, que me reforça os valores de poupar, de estar atento aos meus gastos, meus investimentos, uma forma de me vincular aos meus princípios; sinto uma necessidade de parar por um tempo de dar as caras por aqui. Preciso resolver algumas questões da minha vida (os problemas que me afligiam no final do ano passado), e penso que neste momento o blog não é uma de minhas prioridades. Adoro escrever aqui, adoro os comentários, mas preciso de um tempo.

Fechei o ano com 320k, minha estimativa é fechar 2013 com aproximadamente 400k. Dei uma mudada em meus investimentos com ações, zerei minhas posições e migrei para TD e RF. Preciso ser conservador neste momento, quero deixar o patrimônio subir em passos lentos, porém certos.

Sei bem onde quero chegar, estar um pouco distante do blog não quer dizer que estou repensando minhas estratégias de vida, pelo contrário, sigo almejando aumentar meu patrimônio, minha renda passiva  e aos poucos ir abrindo mão desse mundo louco corporativo, cujos valores a cada ano que passa acho mais incompatíveis com minhas percepções de vida.

É isso! Espero voltar aqui em breve.

Abs e bom ano a todos!

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Fechamento de novembro

O ano acabando, tudo muito sereno (apesar do trabalho seguir consumindo minha tolerante paciência) e quando acho que nada mais pode abalar o ritmo previsível do meu ano, uma péssima ocorrência antecipa minha vontade de entrar de férias, estar com minha família e esquecer minha rotina por alguns dias.

Meus caros, não quero aqui posar de rico, mas dinheiro (ou a luta por buscá-lo) não é tudo. Sempre escutamos que a vida é sustentada por alguns pilares (e isso sempre acaba soando tão auto-ajuda): família, amor, dinheiro, saúde. Quando um deles não vai bem, tudo passa a ir mal. Quando dois deles estão mal, temos de súbito vontade de sumir. É assim que me encontro, sei que não faz sentido dizer isso aqui, mas por vezes escrever o que se passa ajuda a articular o pensamento e a desafogar a angústia.

Espero que tudo dê certo no final. Por ora, minha vida está um lixo.

Vamos ao fechamento do mês.

TD - 167.839
Ações - 61.214
FII - 22.860
Poupança - 31.677
RF - 14.175
Previdência - 10.944

Total - R$ 308.709

Quando comparo o meu patrimônio contra novembro do ano passado tenho um aumento de R$88.108 ou 40%.

Se isso fosse tudo, estaria feliz.

Desculpem o tom depressivo do fechamento, espero que as coisas melhorem.

Abs.

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Entrevista com o Viver de Renda

Interessante notar como influenciamos os outros e como somos influenciados a todo momento. Em uma dessas, há cerca de dois anos e totalmente sem querer (lendo uma revista adolescente feminina) conheci o blog Viver de Renda. As horas que passei lendo os posts, os planos, comentários foram totalmente em encontro com aquilo que sempre planejei pra minha vida e nunca consegui articular tão bem pra mim mesmo e para os que me cercam. Uma outra forma de viver é possível, menos status, menos ostentação, mais tempo para curtir a vida (e o que você quiser fazer dela). Montei meu blog, abri meu patrimônio para quem quisesse ver. Vi uma multiplicação de blogs, de mais gente almejando a independência financeira, mas continuava seguindo muito atento o VR, até o momento em que ele parou de fazer as atualizações mensais. Tive a ideia de fazer essa entrevista nesse momento, passei a sentir falta das opiniões, dos pitacos, dos artigos, dos planos futuros...

Espero que gostem!

1) Com 1 milhão na mão acredito que temos tendência a ser mais desafiadores e a reduzir a quantidade de sapos que engolimos por dia. Como está no trabalho, você se vê mais solto e propenso a dizer algumas verdades?

Felizmente meu ambiente de trabalho é muito bom, apesar de estressante. Não tenho qualquer problema e me dou muito bem com todos, portanto não imagino meu comportamento sendo modificado pelo valor do meu portfólio.

2) Atualize-nos sobre seu plano. Você se vê vivendo de renda? Mantém o prazo de novembro de 2025? Mantém o montante de R$3.112.500? Como pretende ocupar as 16 horas do dia caso realmente decida viver de renda?

Com certeza, me vejo sim! O meu prazo limite é em novembro de 2025, mas estou trabalhando para parar antes disso! 3 milhões já proporcionam R$10.000,00 de renda passiva com tranquilidade, que é um valor que hoje me atenderia muito bem. Quando chegar nesse valor vou balancear se aumento ainda mais minha renda passiva ou se de fato vou viver de renda. Não pretendo fazer nada demais vivendo de renda: acordar tarde, comer bem, malhar, jogar no PC, viajar, etc. Para mim, tempo + paz + saúde = sucesso.

3) Você influenciou muita gente (a começar por este que o escreve), todos os blogs que surgiram sobre independência financeira e que divulgam os valores da carteira são filhos desse seu sonho. Cara, sentimos muita falta dos seus posts de atualização, dos comentários sobre os fechamentos do mês. O que podemos esperar do blog é o formato que temos hoje?

Como o blog não possui motivação financeira, ele acaba sendo um espelho da minha própria motivação sobre finanças e investimentos e a vontade de escrever artigos sobre o tema. Não vejo as atualizações mensais voltando nem no curto nem no médio prazo, pois pouco se aprendia e muito se trollava, portanto não esperem nada além do que existe hoje.

4) Você havia citado em um de seus posts que é bem dependente de sua colocação profissional atual, de forma que caso a empresa em que trabalha vá a falência, você demoraria um tempo para se recolocar. Nesses tempos de baixa remuneração nos investimentos e caso seu emprego deixe de existir você cogitaria empreender ou tentaria se recolocar?

Sem dúvida empreender, a recolocação seria extremamente complicada. É um grande fator de ansiedade meu conforme já coloquei no meu blog e de difícil solução senão através de mais e mais aportes.

5) Casamento e filhos em vista?

Sim, eventualmente. Não. 

6) Se pudesse voltar atrás, o que teria feito diferente em sua vida financeira?

Diversificado mais desde o início. Talvez eu tenha sido demasiadamente otimista com ações.

7) Se arrepende de não ter feito algo na ânsia por poupar?

Sim, principalmente em 2007 quando eu vivi com algumas privações: fazia contas R$/caloria ingerida (longa vida ao macarrão!), só saía de 15 em 15 dias pra tomar uma cerveja e uma porção de fritas, atrasava ao máximo a manutenção do carro (economia porca, eu sei), até o cabelo eu deixava crescer bastante antes de cortar. Ainda assim poupava o que dava, o que era cerca de R$50,00-R$200,00 por mês. Esses R$1.500,00-R$2.000,00 economizados obviamente me fizeram muita falta na época e, olhando hoje, não acelerou em nada a minha independência financeira.

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Fechamento de outubro

"Missão dada é missão cumprida"

Não sou muito chegado em usar frases de filmes, mas não consigo imaginar nada melhor para sintetizar o fechamento desse mês.

Consegui os 300 mil que previa somente para dezembro. À base de muito trabalho, tendo que conviver com um chefe tirano, que me cria demandas absurdas, com prazos ridículos. Não é fácil, mas a recompensa está aí. É uma triste constatação, troco meu sagrado tempo por dinheiro, um bom salário no final do mês (em torno de 10k). Tenho que fazer a roda girar, mas não vejo a hora de conseguir sair desse círculo.

Tenho como rotina guardar dinheiro desde que sou adolescente, nunca ganhei nada de meus pais e talvez por isso tenha optado por trabalhar desde muleque. Abri mão de um monte de coisa legal para conseguir ter uma posição mais confortável agora. Ainda estou na fase de acumulação, mas os valores do mundo do trabalho, talvez por estar exposto a ele há tanto tempo, me cansam demais.

Chega de papo de bar. Vamos aos números:

TD - 167.329
Ações - 57.631
FII - 22.715
Poupança - 28.464
RF - 14.089
Previdência - 10.319

Total - R$ 300.547

Alguns detalhes: comprei mais FII's, tenho gostado da grana caindo a cada mês, como um fiel religioso depositando seu dízimo na urna da Igreja Universal (que exemplo estranho...rs).
Realizei alguns lucros (e prejuízos) em ações e aloquei temporariamente a grana na poupança.

Daqui pra frente o que vier é lucro. O 13º vem aí, vou pensar em que vou torrar.

Até!

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Fechamento de setembro

Olá!!

Mais uma atualização, após merecidas (e curtas!) férias. A vida tem disso, tudo o que é muito bom dura pouco, tudo o que é insuportável (leia-se reuniões, almoços de negócios, viagens a trabalho) arrasta-se em passos lentos, tenho a impressão que um dia típico de trabalho me envelhece 2 meses.
Triste realidade! Vamos fugir dela?

Atualização dos valores do mês (vai ser meio tosca, mas o que vale são os valores, sempre eles)

TD - 164.888
Ações - 67.440
Poupança - 16.905
FII - 19.835
RF - 13.996
Previdência - 9.678

Total - R$292.742

Aumentei meu patrimônio em R$8.231, muito bom, excelente, passos fortes estão sendo dados à independência financeira, a caminhada é longa, mas a vontade de chegar lá é imensa.

A novidade da carteira é a compra de alguns FII's, dei uma estudada,li alguns bons artigos (HC, Corey, VR) e estou certo que fiz uma boa decisão,  pretendo comprar mais e reduzir minha grana parada na poupança.

No trabalho tenho enfrentando alguns paradoxos, ninguém faz ideia que tenho tanta rejeição ao mundinho corporativo, faço o jogo deles, preciso da grana que ele me traz, mas já há algum tempo esbarro na minha falta de ambição, ninguém entende como um cara "talentoso" como eu não tenta uma nova posição, se candidata a vagas melhores, etc. Eu tenho muita vontade de dizer que acho tudo o que nos envolve ridículo, que a pressão por resultados é suícida e que não vejo a hora de ter um empreguinho simples e 1 milhão no bolso. E trabalhar quando, onde e quanto quiser. Até lá sorrisos amarelos e justificativas vagas.

Minha independência vai chegar e os idiotas estarão parados na mesma (reclamando do chefe, gastando fortunas em carros, passando horas no trânsito) vivendo uma vida desprezível.

Admiro aquele que faz do trabalho uma fonte de prazer.

Eu prefiro ser livre. Essa é a força que me move.

Até o fechamento desse mês. Os 300k mão me aguardam. Vou conseguir alcançar a meta do ano nesse mês. Vou até fazer umas horas extra pra isso...rs. O pessoal da empresa delira!

Abs.


sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Fechamento de agosto


De volta à vida (meio que literalmente!).

Muita coisa aconteceu nesse tempo em que fiquei sem dar as caras por aqui, confesso que fiquei até com vontade de dar um tempo aqui no blog, sabe essas vontades que batem de vez em quando?

Ando repensando essa exposição financeira, tenho notado uma tendência em alguns outros blogueiros em apresentar a rentabilidade da carteira versus o valor financeiro. Não sei, fora essa questão da exposição financeira gosto de ter um lugar fácil (e em tese “secreto”) para acompanhar minha evolução financeira. Gosto de pensar que minha trajetória possa servir de parâmetro para alguém que como eu, há alguns atrás, decidiu que pode existir uma nova forma de viver; em que o trabalho passa a exercer papel  secundário, em que nossos hobbies, nossa relação pessoal, nossas reais vontades passam a ser os protagonistas de nossas vidas, graças a liberdade que um bom patrimônio pode garantir. Continuo lutando forte por isso, talvez não radicalizando ao ponto de parar de trabalhar, mas sim trabalhar quando quiser, com períodos mais longos para mim, para minha mulher e para minha cabeça.

Meus caros, a vida é doce e o futuro é azul como céu de brigadeiro.

O fechamento desse mês me trouxe uma cômoda evolução: fecho o mês de agosto com um total de R$284.511 investidos. Algumas ações com boa recuperação (outras no limbo), TD literalmente bombando e uma vontade forte em passar a grana da poupança para FII. A segunda boa notícia, tudo o que havia emprestado (dinheiro que estava voando há alguns anos e que afligia alguns leitores aqui), com uma moderada correção (sabe como é, né? Amigos, familiares...).

Pra variar, tenho trabalhado mais do que queria, deveria e poderia.  Mês que vem saio de férias. Ao contrário de meus colegas extremistas, vou torrar uns trocados por aí (sair do país é uma grande terapia pra mim), adoro meu país, minha cidade, nossa cultura, mas a sensação de dar uma desligada da rotina (incluindo aí as notícias deprimentes de CPI´s, corrupção, eleição, etc) é fantástica.

Os valores do mês seguem abaixo e seu comentário é sempre bem vindo.

Até mais.


sábado, 4 de agosto de 2012

Fechamento do mês

Pessoal, estou com um probleminha aqui, nada grave, e não conseguirei fazer a atualização mensal na data de sempre. Voltarei assim que puder, espero que lá pelo final do mês.

Até lá!

domingo, 1 de julho de 2012

Fechamento de junho

Minha vontade era de não atualizar o blog este mês. Tô puto pra cacete! Pela primeira vez em anos não consegui evoluir meu patrimônio. Estou com uma desgraça de ação que caiu horrores (não pertence ao império X) e me fez cair 0,87% nesse mês (sem o aporte de 3k minha queda seria de 2%). 

Sou bem avesso a riscos, não à toa tenho 79% de meus investimentos em renda fixa (TD, previdência, RF, poupança), mas fico tranquilo em saber que trata-se de uma empresa com sólidos projetos e administração e que em breve me trará alegrias.

Mais um mês trabalhando mais do que eu gostaria, mas tive a surpresa de saber que minha nova colega de empresa (e que se senta ao meu lado) é uma dessas mulheres que consomem 89% dos comentários do blog de finanças (e o motivo para o qual muitos se privam da vida para formar patrimônio): linda, jovem, gostosa, inteligente, sensual, bem humorada...acho que estou apaixonado! Vou largar tudo e bancar essa mulher até onde meu patrimônio aguentar (8 meses?), vou falir e ficar em estado de insanidade, mendigando pelas ruas, falando que eu tinha um blog de finanças, que eu ia ficar milionário, que as mulheres não valem nada, que tal?

Sem mais delongas, abaixo os números do mês.


Que julho me traga mais felicidades!

Até.

sábado, 2 de junho de 2012

Fechamento de maio

A ignorância nos traz algumas coisas boas (poucas, é verdade). Devo a ela minha pouca exposição à renda variável e, por consequência, o desempenho de meus investimentos neste sangrento mês.

Mais um mês trabalhando feito um escravo, muito trânsito, muito café, cigarros (não consigo largar!), mais viagens e pouco tempo para a vida. Nossa rotina de trabalho nos rouba esse bem precioso: nosso tempo. Trabalho feito um idiota para tentar comprar um pouco de tempo livre no futuro, conseguirei? Se depender dessa onda de cortes de juros e do provável aumento da inflação, tão cedo não sairei dessa.

Como verão a seguir aumentei em  R$2.844 meu patrimônio (fruto de aporte). Quem acompanhou a atualização do mês anterior viu meu desejo de comprar algumas ações, adivinha o que eu fiz? Comprei  ELPL a R$38 (apenas um lote, com a graça de deus). Alegria!!!

 
Sigamos com tudo nesta louca corrida sem fim.

Abraços.

terça-feira, 15 de maio de 2012

1 ano de blog


E há um ano atrás eu tive a ideia de fazer um blog. 

Tinha acabado de descobrir o blog do Viver de Renda (grande inspiração), Heavy Metal e Vida Boa Investimentos. Precisava tornar público meus planos, precisava me inspirar e servir de inspiração, seguir forte rumo à independência financeira, ser uma pessoa mais livre. O blog me fez um bem enorme, pessoas diversas enviando emails, me desejando sorte, pedindo conselhos, dando sugestões, foi (e está sendo) muito legal poder dividir aqui (ainda que em poucos posts!) meu plano de vida e ouvir suas opiniões.

Cá estamos, 1 ano depois, R$98.026 mais rico, aportando dentro dos planos que estabeleci; neste período muita coisa aconteceu: mudei de emprego, saí da casa dos meus pais, casei, envelheci, passei a cuidar mais de mim, mas o senso de querer ser livre, de sair dessa rotina corporativa estapafúrdia (reuniões, intrigas, lobbies, planilhas, Power Point, etc.) é meu guia.

Obrigado a todos que comentaram aqui, a todos que não comentaram por preguiça (também sou assim). Um abraço especial aos amigos que estão juntos desde o primeiro post: Investidor Defensivo, HC Investimentos, Corey e Viver de Renda (Pobretão, vc comentava como anônimo, né? Tenho quase certeza). Valeu pela força de todos vocês!

Muita paz e saúde a todos nós.