quarta-feira, 25 de maio de 2011

Convite

Recebi em meu email essa pérola. Quem mandou foi o gerente do banco (dos grandes) onde tenho conta:

(Meu nome), boa tarde!

Estamos com um projeto, direcionado para investidores de bolça, gostaria de saber seu interesse em receber as informações sobre a (nome da corretora).


São essas e outras que deixam o nosso dia mais alegre...

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Projeção Patrimonial

Meus caros,

sou o rei da "conta burra". Utilizando-a cheguei aos valores projetados de patrimônio financeiro ano-a-ano até a chegada do famoso 1° milhão (valores de hoje). Sempre considerando os parâmetros atuais: aporte anual de 45k, rentabilidade líquida de 8 a.a (por medo e pouco conhecimento, foco meus investimentos em Tesouro Direto, ótimo resultado a um custo baixo). Notem que não considero reajuste anual de salário que gira em torno de 8% a.a (que me traria maior capacidade de aporte anual). E mantenho fixo os modestos 8 a.a (hoje um título LTN com vencimento em 1/1/2014 traz 10,59% líquido a.a). É uma forma de compensar a inflação que fará o milhão de hoje ser o meio milhão de amanhã (afirmação leiga, sem conta envolvida).


Obs.: Durante essa conta ainda considerei a possibilidade de criar um situação no trabalho (andar pelado, sentar na mesa do diretor até ele chegar, falar umas verdades pro presidente, alguma outra sugestão?) para ser demitido e sacar o FGTS + 40%. Conseguiria antecipar em um ano essa previsão do 1° milhão. Ainda acho que vale a pena....rs.



quarta-feira, 18 de maio de 2011

100:3

O que quer dizer isso? Que o blog atingiu 100 page views em menos de 3 dias. Uma marca interessante. Se meu dinheiro multiplicasse à mesma proporção...

Valeu pela força Investidor Defensivo e HC Investimentos!

(Em breve atualizarei com alguma informação relevante)

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Parar de trabalhar por quê?

"O trabalho enobrece o homem" e enche o seu saco também.

A rotina de trabalho é algo que, embora fundamental para a nossa rotina mental, contribui para cercear a nossa própria liberdade, vontades e desejos. É evidente que trabalhar é uma atividade básica fundamental da rotina humana (desde sempre) e o que pretendo em minha vida é deixar essa corrida que não leva ninguém a lugar nenhum. Qual o sentido de ficarmos sentados 8, 9, 10,12 horas em frente à um computador, em uma rotina que contempla reuniões insuportáveis, colegas carreiristas, brigas de ego entre diretores, novos concorrentes, viagens desnecessárias, metas de desempenho, alto nível de stress, chefe incompetente, trânsito etc, etc..?
Deixar essa rotina não implica em passar a ser um espectador da vida, sentado em uma praça, com um jornal no braço, rindo dos engravatados, jamais. O que pretendo é poder me dedicar a algo que traga satisfação, sem ter que considerar quanto irão pagar por isso. Quero ter tempo. Esse é o bem mais sagrado que podemos comprar. Mais importante que um apartamento, carro, casa de praia, helicóptero, jet ski. Nada se compara a ter tempo para fazer o que der na telha. Nossa rotina de trabalho eliminou nossa mais sagrada condição: a liberdade.
Nada mal pegar um voo para a cidade que você quiser, voltar quando bem entender no dia em que achar melhor. E, melhor, sem ter que passar no RH para assinar o recibo de férias.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

O primeiro ato

A internet realmente tem de tudo. Por uma acaso desses da vida, lendo a revista Criativa (sou leitor voraz de qualquer coisa!), descobri um blog que trata de um tema que penso há muito anos: Viver de Renda. Acessei o blog indicado viverderenda.blogspot.com e delirei. Achei meus pares! Como demorei tanto a encontrá-los? Fiquei lendo horas, entusiasmado por enfim achar mais alguém que traça as mesmas metas de vida que eu. Mas as primeiras leituras já me trouxeram uma questão importante. Não sou genial como eles, não tenho um décimo da capacidade (e paciência) que eles têm de articular termos em inglês e versar sobre carteiras de ações. Mas mesmo assim estou muito bem. Tenho boas reservas financeiras, sou obcecado por reduzir meus custos de vida (tenho hábitos simples) e provo que não há necessidade de ser genial para almejar independência financeira. Algo que conta a meu favor é que tenho bom salário (9 k bruto) e sou novo (já fui mais) menos de 30 e mais de 26 (pretendo preservar minha identidade). Começo hoje a contar minha trajetória.
Patrimônio
Ações
           30.217
Tesouro Direto
         111.493
Empréstimo
           15.000
C/C
             4.770
Total
         161.480

Obs.: Sim, senhores. Tenho dinheiro parado em C/C. Prova concreta de que se eu posso chegar lá (e vou) você também pode.

.