quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Fechamento de Julho

Vamos ao meu segundo fechamento desde que iniciei o blog.

Aumentei meu patrimônio em R$ 3.805 (dos quais R$ 3.513 vindos do aporte mensal). Minha grana está dividida da seguinte forma, agora com o comparativo contra o mês anterior.


       R$  Vs Junho
  Tesouro Direto   113.736    0,9%
  Ações   33.981    -4%
  Poupança   7.025    0,6%
  Empréstimo   15.000    0%
  Prev. Privada   1.039    0%
   Total   170.781    2,2%


Alguns pontos:

- Sem os aportes nada sou;
- Gastei apenas R$ 1.600 para viver neste mês;
- Conforme dito anteriormente, iniciei minha previdência privada;
- Péssimo desempenho da carteira de ações, mas consegui, por um milagre divino, ficar menos pior que o índice Ibovespa do mês -5,74%;
- Estou pensando muito em diversificar para fundos imobiliários, tenho lido coisas interessantes no HC Investimentos, quero sair fora da Poupança, vamos ver;
- Iniciarei um período de gastos fora do meu frugal padrão nos próximos meses;
- Minha meta inicial para fechamento do ano era de 210k, frente à atual conjuntura, 200k no dia 31/12 e a  Cidra Cereser que irei estourar no mesmo dia me farão um cara feliz, satisfeito, nem vou me queixar... 

É isso! Até breve!

15 comentários:

  1. Parabéns! Está indo bem. Mas se tu ganhas 9100k bruto, 3500 + 1600 = 5100. Onde está o resto do salário líquido?

    Também quero entrar em FII e no tesouro, estou 64% exposto a RV, o resto paradona conta corrente porque pra mim menos de 30.000 pra investir não é nada.

    ResponderExcluir
  2. Olá, Anônimo.

    Auditoria na área!

    Nesse mês parei de contabilizar como resultado o dinheiro parado em C/C. Como iniciarei um ciclo de gastos acima da média, deixarei um colchão de segurança para uma série de compras que farei à vista.
    Gostei da pegada, só brinca de investir acima de 30k, é? Maravilha! O Brasil precisa de mais gente como vc. Agradeço a visita e os parabéns.

    Abs!

    ResponderExcluir
  3. sai da poupanca antes q inflacao sugue os "belissimos" rendimentos dela, compre FII voce nao irá se arrepender so preste atencao que alguns fundo voce tem ki fikar de posse deles por 365dias, vai dica, FCII11/Wplz11b abraço!

    ResponderExcluir
  4. PT, uma pergunda indiscreta: vc disse que é "juntado", rsrs, vcs dividem as despesas fixas da casa? Pagam aluguel? Abraço!

    ResponderExcluir
  5. 1600 só ? Que blz ! Aproveite bem essa fase, pq as despesas só tendem a aumentar ao longo dos anos!rs

    ResponderExcluir
  6. Corey, em casa dividimos as contas, as mulheres conquistaram seu espaço no mercado de trabalho, né!? Acho justo. Dividimos tbm as tarefas domésticas. Moramos em apto alugado.

    ID, estou aproveitando para economizar. O 2º semestre concentra grande parte dos meus gastos pesados do ano, fora outros que virão.

    Abs!

    ResponderExcluir
  7. Em casa tb dividimos, esse ano fizemos 70% pra mim e 30% pra ela, mas ano que vem será meio a meio, já que a empresa dela tá virando legal! Nada mais justo, né? Rsrsrs!!

    Moramos num ap próprio, porém minúsculo, tb dividimos as tarefas, aliás, essa parte é bem chata...

    ResponderExcluir
  8. Nossa....meu cartão de crédito ultimamente tem vindo 1600 pilas....só aluguel e condominio aqui em brasilia gasto 1500 por mês...acho que vou ter que me casar...rss

    ResponderExcluir
  9. Gostei tanto da idéia de blogs como este que fiz um pra mim... Só falta conseguir um patrimônio igual ao seu... rs
    Se me permite estou postando o endereço aqui ok?
    Ta bem no começo, mas vai longe (espero)

    http://oinvestidoranonimo.blogspot.com/

    Abraços

    ResponderExcluir
  10. kkkkkk. Também fiz o meu. Comecei meus investimentos dia 12.07.2011, investindo num fundo de renda fixa. Não posso sacrificar o dinheiro, correndo riscos de ações, pq irei utilizá-lo em 2014,2015. Mas vamo que vamo!!! Rumo à INDEPEDÊNCIA FINANCEIRA!!!

    Parabéns P.T. pela rentabilidade. Sucessos

    ResponderExcluir
  11. Fredbsb,
    Sempre fui muito contrário a ideia de me casar, tive que me preparar muito psicologicamente antes de assumir essa escolha. Analisando sob a ótica financeira, é uma opção muito interessante (desde que sua escolhida não seja uma encostada, é claro). Gastos divididos por 2. Quer coisa melhor? Fora as questões sentimentais (que por hors, não são foco do blog...rs).

    I.A e Ruâni,
    Boa sorte com o blog de vcs. Guardo na memória o dia em que fui fazer meu primeiro depósito, com a grana que sobrou do meu primeiro salário, nunca imaginei quanto conseguiria juntar, só sabia que deveria fazer isso todo mês. É assim foi indo, e os anos passando. No final deste ano vou ter 200 mil notas de um real (nem existem mais, né?) acumuladas. Para mim é uma grana muito alta. Torço que para vcs aconteça assim tbm, naturalmente. Força e muita persistência para os dois.
    Abs!

    ResponderExcluir
  12. Sim casem, depois tomam um divórcio na cara e todas as doletas se vão.

    Mulher tem a vantagem no divórcio e se ela decidir se encostar, tchau pra você, vai ter que sustentá-la. Além do risco de engravidá-la.

    É um grande erro casar pra quem quer ser rico.

    ResponderExcluir
  13. Anônimo, taí uma boa polêmica. Daquelas que rendem 36 horas seguidas de discussão e ninguém chega a uma conclusão. Tudo depende, existem muitas variáveis, inclusive a de sua parceira ter uma condição financeira melhor que a sua (não, esse não é o meu caso). Sou feliz com o meu casamento, mas cada caso, e cada casal, é um caso.

    ResponderExcluir
  14. Sentimentos a parte, casar é ótimo, mas a esposa não pode ser uma âncora, gastona, encostada e que não se interessa por nada a não ser uma tarde de compras num shopping. Acredito que a divisão das despesas tem que ser obrigatória, para ambas as partes tomarem consciência do valor do dinheiro.

    Divórcios existem mas quase sempre são ocasionados por incompatibilidades de gênios ou burradas de uma ou ambas as partes, coisas perfeitamente contornáveis com atitudes que poderão minimizar a chance de uma separação.

    Financeiramente falando, filhos são o maior passivo que uma pessoa pode arrumar, dá um gasto extraordinário durante pelo menos 20 anos, portanto deve ser uma coisa a se pensar MUITO. Eu não quero te-los, portanto investi numa vasectomia.

    ResponderExcluir
  15. Excelentes números, parabéns!

    http://www.encontrodeinvestidoras.blogspot.com/

    ResponderExcluir